20/08/2011

Vizinha Especial



A maioria de nós já teve no mínimo, um vizinho.
Mas hoje quero falar de uma vizinha especial.

Sabe aquela, que nem que foi por um momento, ela te deu ás mãos em alguma situação difícil?

Claro que existem "vizinhos" e "vizinhos”.

Mas agora estou falando daquela vizinha, que talvez você seja agradecida pelo resto da vida, ou, aquela vizinha que foi uma lição de vida pra você.
E aquela, que quando seus filhos estavam pedindo pão, e você não tinha, ela foi e trouxe pra seus filhos, sem qualquer indagação?

Pois é amiga, hoje em dia vivemos  uma época difícil, que moramos, e não sabemos nem o nome de nosso vizinho.

O Casa e Fogão quer saber de sua história com uma vizinha especial.
Talvez daquela vizinha que você perdeu o contato e nunca mais a viu, nem sabe por onde anda.

Conte sua História.

Vamos adorar ler!

12 Comentários :

  1. Quero conta da Maria, uma vizinha que tive quando morei no sítio.
    A primeira vez que a vi, não fui muito com a cara dela.
    Não era nada pessoal, pois nem a conhecia.
    Mas sabe como mulher é, né?
    Quando acha que não gosta, não gosta.
    Maria, era e é ainda, atendente do Correios, lá no sítio, então eu sempre ia lá, pegar e postar correspondência.
    Um dia percebi, que ela era muito legal, eu que estava sendo egoísta.
    E fizemos amizades.
    Uma vez, passei por um processo muito difícil em minha vida, e ela, foi a primeira a vir ao meu econtro, e me dar um abraço.
    Ela me aconselhou, e sempre esteve ao meu lado.
    Daí um dia disse á ela:
    "-Maria, eu não gostava de você, não tinha motivos, mas eu não gostava!
    E hoje, vi que você se tornou minha melhor amiga."
    Foi Deus que colocou Maria em meu caminho.
    Hoje, a distância nos separa, mas ela ficará pra sempre guardada no meu coração.
    Ela com sua experiência de vida, me aconselhou quando precisava, e eu adorava ir conversar com ela.
    Tem dias que acordo e digo:
    "Ai que saudade da Maria"
    Mas é a vida, né.

    "Maria, quando nos encontrarmos, pessoalmente, temos muito o que contar. Beijos, Maria"

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil, infelizmente não tenho nenhuma lembrança de vizinhas... sempre trabalhei, saia de manha e so voltava a noite, sempre morando em predio.
    Mas é sempre bom ter algums especial por perto.
    um beijo.

    Marcia Gullo
    www.pecadosdagullo.blogspot.com
    www.blogdagullo.blogspot.com

    ps.: aqui no bairro da Liberdade/SP também ta chovendo... hoje eu não saio de casa nem pra gastar dinheiro,kkkkkk.

    ResponderExcluir
  3. BOM VOU CONTA A DE 2 VIZINHAS, NA VERDADE ELAS ERAM VIZINHA DA MINHA MAE, DESDE QUANDO FOMOS MORAR EM HORTOLANDIA, AI MINHA MAE SE SEPAROU E FOI MORAR EM CAMPINAS, CIDADE VIZINHA E NUNCA MAIS TIVEMOS CONTATO, SO QUE NO FINAL DE 2006 EU JA CASADA FUI MORAR NA ANTIGA CASA DE MINHA MAE, E ELAS 2 SER TORNOU MINHAS VIZINHAS, PARA O QUE DER E VIER,ELAS SAO MAIS VELHAS QUE EU, COM ISSO APRENDI MUITO, AMO AS DUAS, IVANI E VERA...
    COM A IVANI APRENDI A FAZER CROCHE, COM A VERA ELA ME MOSTROU O QUE SIGNIFICA DEUS.
    AMO VCS MINHAS VIZINHAS.E PRETENDO FICAR SNDO SUAS VIZINHAS ATE O FIM.

    ResponderExcluir
  4. Olá querida, realmente existem vizinhos bons, infelizmente não tenho nenhuma história com vizinhos, mas tb não tenho nada a dizer contra eles.

    Passa lá no meu blog tem sorteio lá.

    Bjs

    www.blogdavann.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu sempre fui privilegiada com bons vizinhos, me mudei muitas vezes e sempre encontrei pessoas de bom coração, pessoas que eu ajudei, e pessoas que me ajudaram também.
    Lembro especialmente de uma senhora muito simpática Dona Eva, me apeguei tanto a ela, que quando ela faleceu eu adoeci.
    Lembro até hoje que ela levava chazinho quando eu estava com gripe, ou um pedaço de cuca, que ela fazia com aquelas mãos de anjo que Deus lhe deu, jarras de leite, frutas, verduras, tudo o que ela tinha, levava algo para mim...não que eu precisasse, graças a Deus eu sempre ajudei mais do que fui ajudada...mas acho que ela meio que me adotou como filha.
    E o amor era recíproco!!
    meus filhos a amavam, e ela os amava como avó.
    Talvez o fato de meus pais morarem longe
    contribuiu para esse sentimento aflorar.
    Hoje moro em outro bairro, mas sempre que posso visito a filha dela, que me trata como uma irmã.

    Tenho outras histórias de vizinhos queridos,
    porém na hora em que li teu post, o nome dela é que me veio à memória.
    *Saudade eterna Dona Eva querida!

    Bjinhos e ótimo sábado

    ResponderExcluir
  6. É tão difícil um vizinho, que a gente não esqueça.
    Mas eu tenho uma inesquecível em um momento de minha vida(aliás dois momentos.
    O primeiro ela nem era minha vizinha mas colega de trabalho de minha mãe.
    Quando minha filha nasceu, ainda no hospital minha mãe precisou ir em casa e alguém teria que trocar a fralda do bebê, por motivos óbvios(nunca tinha trocado um bebê antes).Esi que essa colega de minha mãe havia ido conhecer a minha filha e sobrou para ela.Até hoje minha filha diz que ela é a segunda mãe dela por conta desse fato.
    Mas quando minha filha tinha 2 anos, eis que a Regina(a amiga de minha mãe)me alugou uma casa que ela tinha e nesse mesmo momento, eu fui chamada para assumir um cargo público o qual havia feito um concurso.
    Veio nosso dilema com quem deixar a filhota de 2 aninhos?Nessa época minha mãe já havia falecido.
    Eis que a Regina era minha vizinha e mais uma vez sobrou prá ela.
    Eu e meu marido exercemos a mesma profissão e tínhamos que fazer um curso antes de assumir o serviço.Então a Regina se oferecu para ficar com a filhota o dia inteirinho até a gente voltar ás 19:00 hs.
    Para não tirar ela da caminha quentinha, a Regina(que adora crianças)dizia para deixa-la dormir lá na casa dela(a distancia era de uma quadra)da nossa casa.
    E assim foi até eu terminar nós terminarmos o curso.Nós chegávamos em casa ficavamos um pouco com ela e depois íamos dormir para sair no outro dia cedinho.
    Hoje apesar de morarmos na mesma cidade, não nos encontramos muito, mas agora que ela tem PC a gente se fala bastante.
    Minha filha á tem como uma segunda mãe e adora ela.
    Obrigado por tudo Regina.
    Essa é minha história de vizinha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Já morei em várias cidades,vários estados e tive muitas vizinhas Silmara!
    Mas ninguém se compara à minha vizinha atual.
    É dona Lola,uma senhorinha espanhola que este ano completa 90 anos.
    Eu sempre digo que foi Deus que me deu a felicidade de poder conviver com ela.
    Dona Lola,é uma senhora muito lúcida,de bem com a vida,saudável,que,apesar dos muitos problemas que tem, sempre está com um sorriso no rosto,uma palavra de carinho e um abraço que nos trás aconchego.
    Por muitas vezes sou sua confidente,ela diz que me vê como uma filha e eu que já perdi minha mãe há 12 anos também tenho por ela carinho de mãe.
    Por muitas vezes,faço eu o papel de sua mãe e a ouço com todo o carinho que ela merece.
    Só posso agradecer a Deus por ter me dado a oportunidade de tê-la aqui pertinho de mim.
    Dona Lola para mim é um anjo, daqueles poucos que conhecemos nesse mundo.
    Essa é minha história Silmara.
    Beijos minha amiga,tenha um lindo final de tarde!

    ResponderExcluir
  8. Sil querida,
    Eu também não tive a oportunidade de encontrar visinhos maravilhosos na minha vida, na verdade nunca tive tantos vizinhos.Aqui onde moro ( em prédio) os meus visinhos de porta, um casal jovem e com filho pequeno não se misturam mesmo, no começo eu até insisti mas, agora já desisti, são do tipo que se vc tiver no hall do elevador, eles fecham a porta e esperam você ir...juro!!Muito esquisito!!Vá entender!!!rsrsrs
    Beijocas

    ResponderExcluir
  9. Halorna, eu também já tive vizinhos esranhos.
    Antes de me mudar pra casa atual, eu morei por muito tempo num lugar, onde eu não sabia quem era meu vizinho, e nem meu vizinho sabia quem eu era.
    Essas coisas existem, mesmo.
    Beijos, querida.

    ResponderExcluir
  10. Sil,
    Minha doce amiga,vim trazer uma fatia de bolo de aipim pra ti, demorei?rsrs
    É sempre uma delícia te receber,viu?
    Vc deixa tanto carinho por lá!
    Um porção de beijinhos e linda semana.

    ResponderExcluir
  11. Fico feliz de saber que seu irmão está bem Silmara!
    Que frio hein menina!
    Passei pra te desejar uma linda e abençoada semana minha amiga!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ah!
    Parabéns pelos 800 seguidores!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Bolo de Fubá e Goiabada