28.3.12

(2°) Entrevistando as "Estrelas da Casa" - Elaine R.

Elaine R. pedagoga e blogueira, moradora de São Paulo, é a nossa entrevistada de hoje.
Aproveitando o espaço para parabenizá-la que ontem foi seu aniversário.
Vamos conhecer um pouco mais como ela organiza sua casa sem ajuda de uma doméstica?


Casa e Fogão - Como você consegue cuidar de sua casa sozinha?
Elaine R. - Como tenho dois filhos, um deles, com apenas um aninho, não tenho uma lista de tarefas que sigo à risca.  Gosto sim, da casa limpa, cheirosa. Considero-me organizada, porém quando se tem crianças em casa, a coisa muda e sempre tem um brinquedinho no chão por mais que ensinamos o seu devido lugar!
Eu tento adaptar as tarefas, conforme as necessidades, em paralelo ao tempo em que meu filho está dormindo, ou menos agitado.  Por isso acordo cedo. 
Diariamente, enquanto meu filho ainda dorme, faço as tarefas, que considero “de risco” com crianças (peraltas rs) por perto, como por exemplo, passo roupas, lavo o banheiro ou a cozinha, limpo a geladeira por dentro, lavo o quintal, etc. Ainda pela manhã, abro as janelas para ventilar, recolho o lixo, vou andando pela casa e organizando o que está fora do lugar: brinquedinhos jogados, almofadas fora do lugar, coloco as roupas para lavar, arrumo as camas, descongelo a mistura para o jantar, guardo a louça lavada, etc., etc., etc. E no decorrer do dia, vou realizando as outras tarefas aos poucos.   
A limpeza pesada: janelas, paredes, portas, lustres, cortinas, azulejos da cozinha, troco a roupa de cama, abro os guarda-roupas para arejar, faço uma vez por semana. 
Uma vez ao mês, faço uma arrumação geral na casa, separando o que não serve mais, desfazendo de algumas coisas, reaproveitando outras, quando possível. 


CF -     Qual tarefa doméstica acha mais difícil?
E - Passar roupa. Gasto um tempão com isso. Criança usa muita roupa, gente! Além das camisas sociais do meu marido. Tem umas que me dá desespero! Rs Mas como não há escapatória, a solução é criar coragem e pedir auxílio ao “Passe Bem”! Rs


CF -  Qual tarefa que não gosta de executar, mas faz porque precisa mesmo?
E- Idem à resposta número 2.   
Tenho horror a aquela montanha de roupas. Então, mesmo com birra (rsrsrs), faço para não acumular.


CF - Sente falta de ter uma ajudante em casa?
E - Confesso que gostaria de ter uma pessoa para passar roupas. Como já mencionei na pergunta de número 2, gasto muito tempo nesta tarefa. Este tempo, poderia aproveitar melhor, adiantando outros afazeres, para dar mais atenção aos meus filhos, conversar na net com minhas amiguinhas hehehehe, fazer minhas receitas que adoooro, etc.


CF - O que te motiva a cuidar de sua casa sozinha?
E - Fiz uma escolha, um pouco temporária, mas consciente. Deixei o mercado de trabalho por opção, para ver de perto o crescimento dos meus filhos, auxiliar a mais velha nas tarefas da escola, ouvir as primeiras palavras do meu pequeno! Momentos únicos em nossas vidas! Poder passar bons hábitos a eles, cuidar da casa do meu modo, criar um clima aconchegante, deixar a casa sempre cheirosa, cozinhar para a minha família e ver a satisfação nos olhinhos deles. 
Tudo o que eu faço, faço com carinho. Então, é muito gratificante.  E não há carreira ou dinheiro no mundo que pague isso. Sinceramente, penso em voltar a trabalhar, sim! Quando o meu filho, estiver maior. Mas apenas por meio período.  Assim, terei tempo para continuar a me dedicar às coisas que amo: casa e família.


CF - Tem alguma dica que queira passar pra nós, donas de casa?
E - Ah! Aprendi muitas coisas na net. Mas foi o dia a dia, que me ensinou tudo o que sei.  O aprendizado não termina nunca.  Mas uma dica básica para um melhor rendimento das tarefas diárias é não deixar acumular nada. 
Fazendo diariamente, aos poucos uma coisa de cada vez, faz com que o seu cotidiano se torne mais leve e mais prazeroso, sobrando tempo, para cuidar de si, passear, trazendo bem estar para você e sua família!

CF - Uma pergunta com resposta, que gostaria que eu tivesse feito á você e não fiz. 
E - O que fazer para ajudar na economia doméstica? 
R: Há muitas formas de reduzir os gastos em casa. Economizar nos gastos das contas de água, luz, telefone, criando bons hábitos no controle dos mesmos. Conscientização e atenção aos desperdícios, estando atentas a vazamentos. Reutilizar ou reciclar, coisas que você já tem em casa, criando e recriando!

10 Comentários :

  1. QUERIDA SILMARA,
    ASSINO EM BAIXO EM TODAS AS RESPOSTAS, RSRS.
    DETESTO PASSAR ROUPAS, ACHO DIFÍCIL ALGUÉM GOSTAR.

    TENHA UMA ÓTIMA NOITE!
    BJS

    ResponderExcluir
  2. adorei a idéia do blog.

    parabéns

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Que alegria em me ver aqui!! Obrigada pelas palavras carinhosas! Beijos, Laine.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei feliz em saber que não sou a única a não gostar de passar roupas...rsrs
    Excelente a reportagem Silmara!
    Adorei as respostas!
    A Elaine fez uma belíssima opção!
    Poder cuidar da família é algo maravilhoso!
    Tenho certeza de que todos agradecem a ela por isso.
    Grande beijo minha amiga, abençoada quinta-feira!

    ResponderExcluir
  5. Adorei a entrevista, eu ainda moro com a minha mãe e ela não gosta de casa suja, coisas fora do lugar e o segredo é bem esse mesmo, não deixar acumular nada, porque senão vira uma tremenda bola de neve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. OI Silmara
    Também estou de acordo com a Elaine, passar roupa é horrível, na minha opinião é o pior serviço doméstico.
    A entrevista foi muito boa ficamos conhecendo mais uma blogueira e dona de casa.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Olá Silmara, adorei a entrevista da Elaine. Eu acho importante essa troca de ideias e dicas. É claro que cada uma tem uma maneira de fazer as coisas, mas o detalhe está nas dicas, elas são sempre importantes.
    Não sei se você viu o comentário que eu deixei ontem, te agradecendo pelo convite. Mas aqui vai de novo: Obrigada pelo convite, amei participar, adorei a sua inciativa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Sil querida boa noite!
    Que linda a Elaine, muito importante a decisão que ela tomou, família em primeiro lugar.
    Com crianças sempre se tem trabalho em dobro,srsrrssr.
    Estão muito bacanas as entrevistas,beijoss da Pri.

    ResponderExcluir
  9. Olá querida, linda entrevista!!Com certeza a escolha de acompanhar o desenvolvimento dos filhos é a mais benéfica para uma mãe!! Parabéns Elaine!!

    Super bjs,

    Elo

    ResponderExcluir
  10. Elaine você está de parabéns, por querer acompanhar o crescimento dos seus filhos.
    Gostei das dicas de economia doméstica.
    Bjos

    ResponderExcluir

Bolo de Fubá e Goiabada