28.5.13

Preconceito social

Um grupo de amigos se reuniu na faculdade para fazer um trabalho e discutir sobre "Preconceito Social".
Dos 13 alunos que estavam no grupo, apenas dois tiveram a coragem de assumir que são preconceituosos sim.
Nos demais, todos falaram que não tinham preconceitos.

Duda fazia parte desse grupo, e ela foi uma das que disse não ter preconceito, e que todos eram iguais, até mesmo porque tinha amigos tantos de classe baixa, como de classe alta.

Disse para a turma do grupo:
-Eu até vou à casa da empregada que trabalha em casa desde quando eu ainda era criança! Vou e tomo até café com bolo! E olha que ela é empregada, hein!

Um daqueles alunos que assumiu ser preconceituoso disse:
-Duda querida!
-Você é tão preconceituosa quanto eu!

(Criei esse texto porque esses dias vi na internet um vídeo tão preconceituoso que uma senhora patroa dizia sobre seus empregados. Fiquei tão revoltada! Não sei se já disse aqui no blog, mas eu com nove anos de idade já era  empregada doméstica. E fico muito triste quando vejo a "profissão doméstica" sendo tratada com desprezo. As pessoas tem que ser valorizadas pelo caráter e não pela classe social.)



"Que bom seria que se todos que nos oferecessem flores em nossas vidas, estivessem oferecendo com sinceridade de coração..."

Foto: Pinterest

3 Comentários :

  1. Lembro-me que trabalhei numa casa quando ainda era criança, que minha patroa não dava café, nem almoço, nem nada! Eu aproveitava quando ela saía para comer. Quando eu encontrava com ela na rua, padaria, ela fingia que não me conhecia.Porque ela se achava a rica e eu a pobre. Pessoas assim esquecem o mundo dá voltas!

    ResponderExcluir
  2. Feliz terça-feira!
    Excelente postagem!
    Bjs
    Nicinha

    ResponderExcluir
  3. Engraçado esse "mundo de duas caras"... as "patroas" hostilizam as suas "empregadas", mas se esquecem que PRECISAM delas exatamente para continuarem a serem "patroas"!
    Para mim, "Doméstica" não é "Empregada". É Funcionária da Casa. É Assistente do Lar e como tal MERECE RESPEITO!

    ResponderExcluir