Página em manutenção

2.1.16

Resgate do dia 20 - Salvando quatro patinhas da morte

Olá meninas!

Como passaram de Natal?
Hoje quero compartilhar com vocês a história de um resgate que fizemos, agora, dia 20 de Dezembro de 2015. Desde já, Boas Festas pra vocês e muitas bençãos de Deus em suas vidas!


"Acordei por volta da 01h58min hora da madrugada do dia 20 de Dezembro com insônia. Eu e meu marido Ronaldo, íamos sair às cinco da manhã daquele dia para irmos a Itaberá visitar nossos pais.
Continuei deitada, esperando as horas se passarem. Quando, de repente, “algo” dentro do meu coração me disse para eu não me esquecer do pote de ração (sempre carregamos um pote de ração dentro do carro, porque existem muitos cães famintos pela cidade, e naquele dia o pote estava dentro de casa).
Não dormi mais e quando foi pelas quatro da amanhã me levantei e a primeira coisa que fui fazer, foi colocar o pote ao lado das demais coisas que guardaríamos no carro. Eu sentia que fazeríamos um resgate naquela viagem.

Pegamos a estrada, passamos o dia em Itaberá, e saímos de lá por volta das seis da tarde. Na volta pra casa, já tínhamos passado Itapeva e Taquarivaí, quando avistamos um cachorrinho branco, de porte pequeno, andando pelo acostamento. Ele estava com uma coleira, por isso acho que tinha escapado de alguma chácara na beira da rodovia. Paramos e tentamos resgatá-lo. Mas ele era muito arisco e correu em direção das chácaras. E sumiu.

Rodamos mais uns três minutos, mais ou menos, e encontramos um cãozinho preto, bem no acostamento  procurando por comida. Quando paramos o carro ele veio correndo ao nosso encontro, como estivesse nos dizendo: “Muito obrigado por vocês aparecerem”.
Já desci com o pote de ração na mão, e tratamos logo de colocar o cão para comer. Ele comeu bastante. Tadinho! Estava morrendo de fome!
Tentava ligar no 0800 da concessionária, mas naquele local estava com dificuldade de sinal no celular. Quando consegui, disse para a atendente que tínhamos acabado de encontrar um cão na pista, e que precisávamos de ajuda. Na mesma hora a atendente já anotou tudo e falou que o socorro estava a caminho. O carro veio bem rápido, mesmo! Mas o caminhão que resgata animais viria só de Itapeva. Então esperamos por quase uma hora.
O cãozinho aparecia ser muito dócil! Uma belezinha! Que fofura de cão!


Anoiteceu, o caminhão de cargas vivas da SPVIAS chegou, e entregamos o cão aos funcionários para levar para o Centro de Controle da concessionária.
A minha vontade e a do meu marido, era trazer o cão pra casa. Mas não podíamos!

Eu e meu marido estamos sem emprego. E no dia seguinte, iríamos ter que levar a Shakira ao veterinário, pois surgiu um tumorzinho no bumbum dela. Então estávamos apreensivos com o que nos esperava! Talvez fosse um simples abscesso ou seria algo mais grave!?  Estava tudo muito confuso em nossa cabeça. (Quem acompanha meu blog já algum tempo, sabe que perdi minha Pantera com câncer há quatro anos).

Mas antes de entregar o cãozinho, eu dei um beijinho nele. E com nó na garganta pedi desculpas a ele, por não poder ajudá-lo mais. Por não poder adotá-lo! Dar um lar.
Viemos na estrada, um pouco tristes. Com aquela sensação de impotência. Com a certeza de que o que fazemos por esses anjinhos de Deus na terra, é muito pouco! Eles necessitam de um lar, de comida, remédios, carinho. Mas também sabemos que ele poderia ter morrido atropelado naquela noite!
Chegamos em casa, já era quase dez e meia da noite. Nossas meninas já estavam desesperadas por terem ficado longe de nós o dia todo!
...Assim continuamos nessa estrada da vida, com as lembranças e abraços de nossos amigos de patinhas, que encontramos por aí. Uma hora felizes por ter salvado uma vida. Outra hora, triste por não poder ajudá-los o suficiente como precisam."

***O cão resgatado se encontra no Centro de Controle da SPVIAS em Itapeva SP. Se alguém tiver interesse de adotá-lo, ligue (15) 3521 8783 / (15) 99708 7195.

“Quero agradecer a SPVIAS pelo ótimo atendimento prestado. Os funcionários foram muitos atenciosos.”

**Levei a Shakira ao veterinário e está tudo sob controle. Está em tratamento.


(abaixo o vídeo e se puder, compartilhe.)




"Se você não consegue amar um 
animal, NÃO MALTRATE, NEM 
ABANDONE! 
ELES SÂO FILHOS DE DEUS, 
COMO VOCÊ!"

5 Comentários :

  1. Sinto até vergonha ao ler esta tua postagem, eu não saberia como agir, nem sei se aqui posso fazer o mesmo, ligar para a empresa que vigia a auto.estrada. primeiro nunca me passou pela cabeça andar com comida para animais no carro, para poder ajudar os pobres bichinhos perdidos ou abandonados, depois bom já falei nem sei o que fazer...
    Grande coração o vosso, bem hajam, e que o cachorrinho encontre logo uma familia que o faça feliz, ahh e as melhoras da vossa cachorrinha. Bom ano de 2016. Pinta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,

      Não precisa sentir-se envergonhada! Estamos nessa vida para aprender. Sobre as empresas concessionárias das rodovias, elas tem esse apoio para resgatar animais das pistas, para evitar acidentes e mortes com eles mesmos!
      No canhoto do pedágio tem 0800. Quando precisar, é só ligar. Mesmo que não queira parar, mas é só ligar e passar o nome da rodovia e o KM em que o animal está.

      Obrigada por tudo! Que Deus ilumine suas vidas e que 2016 seja repleto de bençãos.

      Excluir
  2. ola outra vez. Sou Portuguesa moro na margem sul do tejo ou seja mesmo em frente à nossa capital Lisboa, aliás é ai que trabalho. Uma boa noite. Pinta

    ResponderExcluir
  3. Anônimo30.12.15

    também resgato animais da rua

    ResponderExcluir
  4. Anônimo3.1.16

    conseguiu adoção já?

    ResponderExcluir