22.3.17

Infecção urinária emocional. Existe?


 Esse é um tema bem polêmico porque muitos profissionais dizem que sim e outros dizem que não.
Há muitos anos atrás comecei sofrer de infecção urinária. Ia ao médico, tomava os remédios e via que não tinha muito sucesso. Amenizava os sintomas, mas após alguns dias voltava.
Uma dor insuportável! Às vezes ia ao banheiro de minuto em minuto!

Já tinha passado acho que mais ou menos, um ou dois anos, desse sofrimento. Resolvi trocar de médico e contei ao especialista sobre o que ocorria.
Ele me explicou que tem algumas pessoas que sofre com infecção urinária emocional. Mas que ele não poderia falar que era meu caso, mas que iria começar o tratamento. Comecei o tratamento e sem sucesso! O médico já era ciente que eu fazia acompanhamento com psiquiatra. Ele me explicou sobre, e eu comecei a me policiar melhor. Porque até então, eu nunca tinha ouvido falar de Infecção Urinária Emocional.

“Mas é muito importante, nós mulheres, conhecer melhor nosso corpo.”

Comecei a observar que quando eu ficava triste, nervosa ou mesmo muito contente, após alguns minutos eu já começava com dores.
Fiz vários tipos de exames. Vários! Até que o doutor disse que iria fazer uma carta para minha psiquiatra que dizia que ele investigou e que minhas dores e sintomas eram de causas emocionais.

Na hora em que ele me falou, disse pra mim mesmo:
- E agora?

Levou tempo para eu me adaptar a essa situação, se é que posso dizer assim.

Mas o recado que quero deixar pra você mulher, dona de casa é:
"- Se algo estiver diferente do normal, procure um médico, se cuide e se conheça melhor."

***
Sentiu dores, procure um médico. Só um médico pode diagnosticar o que você tem.


1 Comentários :

  1. Eu acredito, muitas doenças simples possuem na grande maioria das vezes causas emocionais. Não sei se você conhece, mas recomendo a leitura da autora Cristina Cairo, ela escreve sobre o assunto, e a provável causa. Torço para que fique bem, infecção urinária é um tormento... Um abraço, Paty.

    ResponderExcluir